Agressores homofóbicos de universitário são multados em R$ 21 mil cada um

André Cardoso Gomes Baliera foi xingado e sofreu um corte na cabeça ao sair de uma farmácia em Pinheiros.

Publicado em 26/06/15 às 16:23

Do Gay1

Foto: Arquivo

André Cardoso Gomes Baliera sofreu um corte na cabeça e ficou com hematomas abaixo do olho esquerdo.
Um empresário e um personal trainer que agrediram um universitário por homofobia em 2012 em SP vão ter que pagar, cada um, multa de R$ 21.250. A punição foi aplicada pela Secretaria de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania. André Cardoso Gomes Baliera foi xingado ao sair de uma farmácia em Pinheiros e revidou os insultos. Os autores desceram do carro e deram socos e chutes no estudante de direito.

A defesa deles tentou caracterizar o caso como briga de trânsito, tese rejeitada pelo secretário Aloísio de Toledo César. Com base na fala de testemunhas, ele concluiu que o motivo das agressões foi discriminação em razão de orientação sexual. A vítima sofreu um corte na cabeça e ficou com hematomas abaixo do olho esquerdo.
 
Encontre-nos no Google+