ONU diz que reconhecimento de casamento igualitário nos EUA é grande passo

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, parabenizou decisão "histórica".

Publicado em 26/06/15 às 14:59

Do Gay1

Foto: Jim Bourg/Reuters

Ativistas LGBT comemoram a decisão histórica da Suprema Corte dos EUA, que derrubou vetos estaduais ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, legalizando a prática para o todo o território americano.
O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, parabenizou nesta sexta-feira a decisão "histórica" do Tribunal Supremo dos Estados Unidos de reconhecer em todo o país o casamento entre pessoas do mesmo sexo e afirmou que representa "um grande passo para os direitos humanos".

Através de seu porta-voz, Ban disse que a decisão "abre a porta para que gays e lésbicas americanos vejam reconhecidas suas relações, sem importar em que parte do país vivem". Segundo o diplomata coreano, negar a estes casais o reconhecimento legal consiste em "uma discriminação generalizada" e a decisão de hoje terminará com essa situação.

A decisão do Tribunal Supremo anula o poder dos estados de proibir as uniões entre entre pessoas do mesmo sexo e transforma o casamento igualitário em um direito constitucional.

Ela determina que os 13 Estados do país que ainda proibiam as uniões legais passem a permiti-la e foi festejada, entre outros, pelo presidente americano, Barack Obama, como um "grande passo rumo à igualdade".
 
Encontre-nos no Google+