Conheça a versão dublada de RuPaul que estreia em agosto no Multishow

Reality show vai ao ar dublado no Multishow, mas a versão legendada também estará disponível.

Publicado em 27/07/15 às 16:15

Do Gay1 Entretenimento

RuPaul ganha a voz de Jorge Lucas, 48, que tem no currículo "um tanto de 'Criminal Minds', 'Arquivo X' quase inteiro, 'Avatar', todo Ben Affleck que você vir por aí e muitos Ben Stiller".
RuPaul's Drag Race vai ganhar sua versão dublada no Multishow! A série, que estreia no dia 3 de agosto, vai ao ar em português, mas o áudio original será disponibilizado com legendas para quem preferir.

"As gírias são essenciais no programa. Mas tínhamos de ter uma versão dublada. Vertê-las para português teve duas dificuldades: de métrica e de significado", diz Bruna Demaison, coordenadora de conteúdo do Multishow.

Para achar termos equivalentes, consultaram a "Aurélia", dicionário de termos do universo LGBT e fizeram laboratórios com os dubladores.

Pegue-se a palavra "tea" como exemplo. Ela significa "chá" mas, na boca de drags, passou a ser sinônimo de "fofoca". Ou das gírias em português "fubá" e "bafón", que serão usadas na televisão.

RuPaul ganha a voz de Jorge Lucas, 48, que tem no currículo "um tanto de 'Criminal Minds', 'Arquivo X' quase inteiro, 'Avatar', todo Ben Affleck que você vir por aí e muitos Ben Stiller".

O vozeirão de Lucas se aveluda quando ele vira ela. "Temos timbres parecidos."

O dublador deu pitacos. Lutou para que o termo drag queen não fosse traduzido.

"Mantivemos drag queen, porque chamar de travesti, daria briga. Não é a mesma coisa", diz Jorge. Na falta de um termo adequado em português, cogitou-se até em usar transformista, consagrado por Silvio Santos.

Lucas também propôs mudar para "Bichinha na passarela" a frase que aparece nos desfiles, que no original é "Sissy that walk" (algo como "dá uma mariconada nesse andar"). O canal achou por bem manter em inglês.

Já "Lipsync for your life!", frase proferida quando duas candidatas dublam uma música para evitar a eliminação, foi um dilema. "Tentamos 'Dublem como se não houvesse amanhã', mas faltava drama. Ficou 'Dublem pela sua vida!'", diz Demaison. Que se diz feliz com o resultado: "Não é caricato como Seu Peru [personagem de 'Escolinha do Professor Raimundo']".
 
Encontre-nos no Google+