Crucificada na Parada LGBT, Viviany Beleboni é esfaqueada em São Paulo

Em vídeo postado nas redes socais, Viviany fala do ocorrido e medo de registra ocorrência policial.

Publicado em 09/08/15 às 01:12

Crucificada na Parada LGBT, Viviany Beleboni é esfaqueada em São Paulo

Viviany Beleboni, a atriz e modelo transexual que encenou a própria crucificação na 19ª Parada do Orgulho LGBT em forma de protesto contra a transfobia, foi esfaqueada a caminho de casa.

Viviany postou um vídeo nas redes sociais falando sobre o caso. Visivelmente abalada e muito machucada, a atriz fala que tem medo de registra ocorrência policial e que vai ficar trancada em casa, porque é isso que 'fanáticos religiosos' querem. Assista ao vídeo:



A modelo vem recebendo diversas ameaças de morte. "Disseram que eu tinha que ter caído do trio e quebrado o pescoço", revela Viviany, em entrevista. Segundo ela, a encenação foi uma homenagem às vítimas fatais da LGBTfobia e não uma representação de Cristo. "Já vi muita morte de trans e gays. Só Deus sabe o que a gente passa sendo vítima de preconceito todos os dias. Não pedi perdão porque não fiz nada de errado", afirmou a ativista na época.
 
Encontre-nos no Google+