Filme 'Favela Gay' será exibido no Canal Brasil dia 02 de setembro

Longa mostra o cotidiano LGBT nas comunidades cariocas.

Publicado em 26/08/15 às 22:33

Do Gay1 Entretenimento Filme 'Favela Gay' será exibido no Canal Brasil dia 02 de setembro



Homofobia, preconceito, violência e pouca aceitação familiar ainda fazem parte, infelizmente, de cotidiano de grande parte da vida de lésbicas, gays, bissexuais e principalmente de travestis e transexuais em todo o mundo. Nas comunidades cariocas essa realidade não é muito diferente, e o duro contexto social imposto a essas localidades muitas vezes intensifica ainda mais a intolerância. Premiada como melhor filme do júri popular do Festival do Rio e coprodução do Canal Brasil sob direção de Rodrigo Felha investiga o cotidiano LGBT em favelas do Rio de Janeiro, suas histórias, trajetórias de vida e as batalhas diárias travadas contra a marginalização e a LGBTfobia.

A película visita várias comunidades para mostrar o lado nada maravilhoso da cidade. Rodrigo foi atrás dos mais variados relatos de LGBTs habitantes desses locais, em busca de depoimentos reveladores de seus cotidianos. O resultado é chocante: todos mencionam ter sofrido perseguição em algum momento da vida. Alguns travaram guerras com parentes retrógrados, outros se envolveram com prostituição e drogas, e muitos precisaram esconder a orientação sexual e identidade de gênero por anos.

Pintando um quadro preocupante da extensão que a perseguição pode tomar, Rodrigo colheu depoimentos de abuso sexual e de violência de múltiplas comunidades, de todas as regiões do Rio de Janeiro. Entrevistados revelaram terem sido apedrejados, sofrido com armas apontadas à cabeça e até serem amarrados à linha do trem. Questões como uso de entorpecentes e meretrício também são discutidas na obra. Além dos moradores das favelas, o filme traz declaração do deputado federal e militante de direitos humanos, Jean Willys.

Mesmo com todos os problemas, o documentário guarda momentos de descontração e leveza, com alguns exemplos positivos. Uma das entrevistadas revela a plena acolhida do namorado ao descobrir sua transexualidade e o apoio dos colegas de faculdade quando a mesma situação se repetiu. Os testemunhos apontam para um futuro menos turbulento, com perspectivas de melhoria no tratamento e no respeito ao estilo de vida. Eles relatam o início da anuência popular em Paradas LGBT e a construção de centros de apoio e criação de políticas direcionadas.

Filme vai ao ar na quarta, dia 02/09, às 22h e segunda, dia 07/09, às 19h30.
 
Encontre-nos no Google+