Árbitro da final da Copa do Mundo de Rúgbi será sétimo gay assumido a apitar uma decisão

Nigel Owens falou que se sente orgulhoso por fazer parte de um grupo muito pequeno de LGBTs que alcançaram este feito em meio a tanta homofobia no esporte.

Publicado em 29/10/15 às 13:52

Lancepress

Árbitro da final da Copa do Mundo de Rúgbi será sétimo gay assumido a apitar uma decisão

Foto: Reprodução/talkSPORT

Nigel Owens durante arbitragem de um jogo de Rúgbi.
O árbitro galês Nigel Owens, de 44 anos, será o sétimo gay assumido a apitar uma final da Copa do Mundo de Rúgbi. Antes da decisão do título entre as seleções da Austrália e da Nova Zelândia, no próximo sábado, no Estádio de Twickenham, em Londres, na Inglaterra, Owens falou que se sente orgulhoso por fazer parte de um grupo muito pequeno de LGBTs que alcançaram este feito em meio a tanta homofobia no esporte.

"Eu queria agradecer meus amigos e familiares pelo suporte e ajuda durante momentos difíceis na minha vida. Meu pai, em particular, sempre esteve do meu lado e se encantou com a notícia. É uma pena que minha mãe não esteja aqui para ver isso, já que ela foi um dos meus pilares de força. Ela faleceu há seis anos e sei que estaria muito orgulhosa de mim" disse o árbitro.

Nigel Owens publicou uma biografia recentemente, em que falou sobre as dificuldades que enfrentou devido a sua orientação sexual. De acordo com o galês, ele chegou a pensar em suicídio.

"Eu estava tão mal que não conseguia mais lidar com a situação (viver dentro do armário). Eu pensei que só teria uma maneira de resolver as coisas e tentei fazer uma idiotice. Eu acordei cedo naquele dia, deixei a casa e um bilhete aos meus pais. Andei por muito tempo. Apaguei tentando ter uma overdose" disse Owens, que chegou a ficar internado por cinco dias para se recuperar.

Apesar do temor revelado por Owens sobre as consequências que a sua sexualidade traria para sua carreira, Nigel Owens conseguiu ter uma carreira estável e vitoriosa. Esta é a terceira Copa do Mundo que o árbitro apita, sendo a primeira em que consegue chegar à final.
 
Encontre-nos no Google+