Jean Wyllys recebe onda de apoios após episódio com deputado homofóbico

Com acusações de roubo de dinheiro público e de ligação com o narcotráfico, o deputados João Rodrigues criticou o parlamentar do PSol.

Publicado em 29/10/15 às 16:57

Do Gay1
Jean Wyllys recebe onda de apoios após episódio com deputado homofóbico na Câmara


A sessão plenária desta quarta-feira, 28, foi marcada bate-boca entre deputados. Com acusações de roubo de dinheiro público e de ligação com o narcotráfico, o deputados João Rodrigues (PSD-SC) criticou o deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ).

Tudo começou quando João Rodrigues usava a tribuna da Câmara para criticar parlamentares que eram contra a flexibilização do Estatuto do Desarmamento, aprovada na terça-feira, 27, por uma comissão especial da Casa.

Pelo aprovado, todos os cidadãos a partir de 21 anos poderão possuir e portar armas de fogo para defesa própria e do patrimônio. O texto também permitiu deputados e senadores poderão andar armados, assim como pessoas que respondam a inquérito policial ou processo criminal.

O deputado de Santa Catarina sugeriu que parlamentares que são contra a flexibilização, como Jean Wyllys, "se postam como que se fossem verdadeiros defensores de bandido".

Rodrigues acusou que o deputado do PSOL foi eleito com a ajuda da exposição que teve no reality show Big Brother, da TV Globo, do qual foi o vencedor da edição 5, em 2005. "Pela sua história, ele não merece meu respeito e da maioria dos deputados", afirmou o parlamentar catarinense.

Em resposta, Jean Wyllys acusou Rodrigues de roubar dinheiro público. "Homens decentes não assistem vídeos pornôs durante a sessão plenária. Homens decentes não são condenados por improbidade administrativa, por roubar dinheiro público, como o deputado foi", disparou.

O deputado do PSOL se referia ao flagra feito pela imprensa, em maio deste ano. Durante uma votação de propostas da reforma política na Casa, Rodrigues foi flagrado assistindo vídeo e vendo fotos pornôs. Na época, o parlamentar afirmou que tinha apenas aberto um vídeo enviado em grupo do aplicativo WhatsApp.

"Portanto quem não tem moral para representar o povo brasileiro é ladrão", afirmou Wyllys, acrescentando: "Qualquer programa de televisão é mais decente do que deputado que rouba dinheiro do povo na sua administração pública". "E olha deputado resta saber se seu vídeo pornô era hetero ou homossexual", finalizou.

Onda de apoios
Após o pronunciamento durante plenária lotada, o Jean Wyllys recebeu uma onde de apoios nas redes sociais.

O deputado postou um vídeo no Facebook agradecendo as mensagem de carinho e deixou claro que é "um cara de luta". Assista:

Agradecimentos!

A vocês, com carinho, por toda solidariedade.

Posted by Jean Wyllys on Quinta, 29 de outubro de 2015
 
Encontre-nos no Google+