Maioria no Congresso é contra o Estatuto da Família e a favor do casamento igualitário

Levando em consideração apenas deputados do PT, o apoio chega a 90%. No PSDB, o índice foi de 43% e no PSol é de 100%.

Publicado em 13/10/15 às 13:42

Do Gay1*

Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

Casal de lésbicas se casam durante a 18ª edição Parada LGBT de Brasília em frente o Congresso Nacional.

A maioria dos congressistas aprova o reconhecimento em lei da união de pessoas do mesmo sexo, de acordo com levantamento do Datafolha divulgado pela Folha de São Paulo na coluna Poder.

Entre os deputados e senadores ouvidos pelo instituto, 53% disseram que a lei deve reconhecer formações familiares com a união de dois homens ou de duas mulheres. Discordaram 37%, que entendem que uma família só pode ser formada a partir da união de um homem e de uma mulher, e outros 10% não se posicionaram.

O Datafolha entrevistou 289 deputados federais e 51 senadores até a última sexta-feira (9). A margem de erro máxima é de de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

No fim de setembro, uma comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou o "Estatuto da Família", que define a entidade familiar como a união entre homem e mulher. A proposta, que tem o aval do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ainda está em tramitação e provocou indignação entre grupos de defesa dos direitos humanos.

De acordo com o Datafolha, o apoio ao reconhecimento da união entre pessoas do mesmo sexo é proporcionalmente maior entre congressistas da oposição. Entre os governistas, 50% dos deputados e 56% dos senadores disseram aprová-lo. Entre os oposicionistas, foram 53% dos deputados e 83% dos senadores.

Levando em consideração apenas deputados do PT, o apoio chega a 90%. No PSDB, o índice foi de 43% e no PSol é de 100%.

 
Encontre-nos no Google+