Depois de sete anos, escritor lança 'Espelho das Cores', livro com temática LGBT

“Espero que possa chegar ao maior número de pessoas possível, especialmente àquelas e àqueles jovens que passam por crise de identidade ou de orientação sexual”.

Publicado em 26/11/15 às 12:47

Por Angélyca Miranda

A obra já foi lançada no Rio de Janeiro na Bienal do Livro, Anápolis (GO) na Universidade Estadual de Goiás e em Brasília na Livraria Cultura.

Foto: Divulgação

A obra já foi lançada no Rio de Janeiro na Bienal do Livro, Anápolis (GO) na Universidade Estadual de Goiás e em Brasília na Livraria Cultura.
Depois de um longo processo de pesquisa e preparação, Pedro Ivo, autor do livro Espelho das Cores, entra para a lista de escritores com enredos voltados ao universo LGBT. A obra já foi lançada no Rio de Janeiro na Bienal do Livro, Anápolis (GO) na Universidade Estadual de Goiás, em Brasília na Livraria Cultura, e agora será lançado em São Paulo, 18 de dezembro, às 19h, na Livraria Blooks do Shopping Frei Caneca.

Para o escritor o que o motivou a escrever o romance foram as situações que guardava na memória sobre o processo de descoberta de si na adolescência, dos sentimentos de amizade, amor e paixão, especialmente quando vivenciados em meio a conflitos surgidos entre sexualidade e religiosidade. “Depois de um tempo percebi que essa era a história de outros e outras jovens e quis me aprofundar no tema, redesenhando as partes de uma maneira fictícia, ao longo de sete anos, durante os quais pude ir aprofundando algumas questões desse universo juvenil LGBT, amadurecendo psicologicamente junto com a história que escrevia”, diz ele.

Segundo o autor, a temática LGBT, portanto, é na verdade pano de fundo para tratar de questões mais profundas como o respeito a compreensão humana. “A forma da escrita traz múltiplas vozes, por isto, não é só uma história homossexual das personagens que importa, mas toda voz que conta a sua história é importante enquanto voz humana. Acredito que o período de descoberta da sexualidade é muito tenso na mente de alguns e algumas jovens, especialmente quando muitas instituições sociais se acham no direito de controlá-los/as sobre o que devem fazer ou como fazer para viver, então penso que esta obra procura dar algum instrumento para que essas pessoas possam refletir sobre si e se tornarem sujeitos de sua própria história”.

Ivo destaca ainda, que muitos autores têm "colocado a cara no sol" ultimamente e isso tem contribuído para que essa literatura marginal, de temática LGBT, seja mais conhecida e reconhecida para provocar discussões sociais e acadêmicas.

Trecho do livro
“O que fazer quando a caverna escura começa a receber um pouco de claridade? Voltar-se às sombras na parede ou encarar a luz de frente? Um fim para minha angústia era iminente e já previa isso de alguma forma ante um pensamento revelado ao meu caderno. Trevas iluminadas e luzes sombreadas lançaram-me ao medo, mas também à coragem. Verdade. E o fino trato da prosa ditou o rumo da iluminação seguinte, mais uma vez lançada às folhas do meu caderno azul: O ser humano engana-se inutilmente ao tentar fugir de si. Quanto mais nega seu interior, mais este se revela exteriormente”

Informação
O livro já está disponível para venda e pode ser comprado diretamente com o autor por meio das redes sociais (Facebook: Espelho das Cores/ Insta: @espelhodascores e twitter: @espelhodascores) ou por email: espelhodascores@gmail.com. Nessas opções, o livro irá autografado. Há, ainda, a possibilidade de adquirir a publicação por meio do site da Editora Litteris.
 
Encontre-nos no Google+