"Ninguém deveria se preocupar se o parceiro transa com outra pessoa", diz psicanalista

Segundo Regina Navarro Lins, acreditar que é possível controlar o desejo de alguém é apenas uma das mentiras do amor romântico.

Publicado em 30/11/15 às 16:03

Por Versáteis

Ninguém deveria se preocupar se o parceiro transa com outra pessoa

Foto: Reprodução/Joachim Baldauf

Você conseguiria ter um relacionamento sabendo seu parceiro ou parceira tem relações sexuais com outra pessoa? Comente!
Você sente calafrios só de pensar que não tem domínio sobre a vida sexual do seu parceiro ou parceira? Segundo a psicanalista e escritora Regina Navarro Lins, acreditar que é possível controlar o desejo de alguém é apenas uma das mentiras do amor romântico.

"É comum alimentar a fantasia de que só controlando o outro há a garantia de não ser abandonado", afirma ela, que lançou recentemente "O Livro do amor" (Ed. Best Seller). Dividida em dois volumes ("Da Pré-História à Renascença" e "Do Iluminismo à Atualidade"), a obra traz a trajetória do amor e do sexo no Ocidente da Pré-História ao século 21 e exigiu cinco anos de pesquisas.

Regina, que é consultora do programa "Amor & Sexo", apresentado por Fernanda Lima na Rede Globo, acredita que, na segunda metade deste século, muita coisa ainda vai mudar: "Ter vários parceiros será visto como natural. Penso que não haverá modelos para as pessoas se enquadrarem", diz a psicanalista em entrevista.

Você conseguiria ter um relacionamento sabendo que seu parceiro ou parceira tem relações sexuais com outra pessoa? Comente!
 
Encontre-nos no Google+