'Amor à Vida' é indicada a prêmio LGBT nos EUA e Walcyr Carrasco festeja: 'Superfeliz'

'Gratificante ver que a trama tem ajudado o mundo a tornar-se um lugar menos preconceituoso', escreveu o autor nas redes sociais.

Publicado em 29/01/16 às 16:03

Do Gay1 Entretenimento

'Amor à Vida' é indicada a prêmio LGBT nos EUA e Walcyr Carrasco festeja: 'Superfeliz'

Foto: Reprodução/Instagram

Mateus Solano e Thiago Fragoso em 'Amor à Vida'.
Walcyr Carrasco está festejando nesta sexta-feira, 29. O motivo? O autor recebeu a notícia que que a novela "Amor à vida", que ele escreveu, está concorrendo ao troféu de Melhor Novela ('Outstanding Novela') na 27ª edição do GLAAD Media Awards, um dos principal prêmios LGBT do mundo.

"Fiquei superfeliz ao saber", comemorou o dramaturgo nas redes sociais. "O GLAAD (Aliança Gay e Lésbica Contra a Difamação) é uma ONG norte-americana que monitora a maneira como a mídia retrata lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais. A novela já foi vendida para mais de 40 países! Gratificante ver que a trama tem ajudado o mundo a tornar-se um lugar menos preconceituoso".

Como se sabe, "Amor à Vida" entrou para a história ao exibir no último capítulo o primeiro beijo entre personagens gays nas telenovelas brasileiras. Mateus Solano e Thiago Fragoso, que interpretaram os personagens Félix e Niko, respectivamente, protagonizaram a cena.

No ano passado, quando "Amor à Vida" foi exibida no Peru, o canal ATV decidiu passar um alerta na TV para os telespectadores antes de exibir o beijo. Em entrevista, Mateus Solano comentou o episódio, que gerou revolta no Peru. Algumas pessoas até promoveram um "beijaço" gay em frente à sede da emissora como forma de protesto.

"Pelo o que soube, a emissora exibe programas com mulheres seminuas e não tem problema com isso. Na hora de falar de uma relação homoafetiva, pega no calo. Mas tudo é válido para suscitar uma discussão sobre o tema. Vivemos num momento em que tudo está muito exposto e isso é ótimo", opinou o ator.

Foto: Isac Luz

O autor Walcyr Carrasco.
 
Encontre-nos no Google+