Charlie Carver, de 'Teen Wolf' e 'Desperate Housewives', saiu do armário em post no Instagram

Ator de 27 anos se assume gay em postagem emocionante na rede social.

Publicado em 13/01/16 às 17:39

Do Gay1 Entretenimento

Charlie Carver, de 'Teen Wolf' e 'Desperate Housewives', saiu do armário em post no Instagram

Foto: Reprodução

Charlie Carver.
O ator Charlie Carver, de 27 anos, saiu do armário em cinco postagens emotivas em seu Instagram, usando uma mesma imagem com os dizeres: "Seja quem você precisava ser quando era jovem". Ele fez sucesso como o lobisomem Ethan em Teen Wolf e como Porter Scavo, filho de Lynette (Felicitty Huffman) em Desperate Housewives. Nas duas ocasiões, atuou ao lado de seu irmão gêmeo, Max Carver.

Foto: Reprodução

Charlie Carver.
"Seja quem você precisava ser quando era jovem. Quando eu era um menino, eu sabia que eu queria ser ator, que eu queria muitas coisas! Eu pensei que queria ser pintor, jogador de futebol, um dinossauro… Mas entrei nessa história de atuar. Eu descobri nessa idade que eu era diferente dos outros meninos da minha escola”, escreveu."Nesse tempo, esse conhecimento abstrato cresceu e eu tive uma gestação dolorida, com muita dor e alienação, que terminou no clímax de eu dizer três palavras em voz alta: 'Eu sou gay'".

"A verdade dói e eu me odiei por isso. Eu tinha doze anos. Levaria alguns anos para que eu pudesse repetir isso para alguém, enquanto isso eu repetia a frase várias e várias vezes, até que eu me se sentisse confortável e certo para repeti-la para alguém. Nessa época, repeti para minha família”, emendou num terceiro post.

"Enquanto sair do armário é muito importante para mim, eu queria viver em um mundo onde a sexualidade é irrelevante. Que isso não importa ou que isso não precisasse ser anunciado para um estranho, um novo colega ou um repórter. Até a frase 'sair do armário' me incomoda, porque é implícito nela que eu exijo alguma atenção e eu preferia que isso estivese implícito em um ser humano, como um atributo ou adjetivo, que é parte de como eu me vejo. Eu não quero ser definido pela minha sexualidade. Claro que eu tenho orgulho de ser um homem gay, mas não quero ser identificado como um homem gay ou apenas gay", desabafa.

"Eu me identifico com várias coisas e essas identificações vão a outro nível(...). Então, agora, vamos deixar isso gravado - eu me identifico como gay (...)", admite. Na quinta postagem, ele ainda se comparou a outros artistas. "Mas, o que eu posso fazer? Como eu posso participar? Honestamente eu dei um grande passo para a direção certa. Eu agora acredito que tendo omitido essa parte sobre a minha pessoa, eu colaborei com o sofrimento, medo e vergonha de muitos no mundo. No meu silêncio, eu ajudei você a decidir que ser um jovem gay é inapropriado para uma carreira profissional nas artes. Agora, deixe eu dizer isso pra você: "Eu me identifico como gay. Isso ainda importa? Como um jovem homem, eu precisava que um jovem homem em Hollywood dissesse isso, sem ser um idiota a respeito do assunto. Eu devia isso pra mim mesmo, mais que tudo, pra ser quem eu precisava quando eu era jovem", finaliza.

Após se assumir, Charlie recebeu o apoio de seus mais de 700 mil fãs. Em 2015, Charlie também interpretou um rapaz que tem relações com outro pernosagem do mesmo sexo no filme 'I am Michael', em que atuou com Zachary Quinto (também gay assumido) e James Franco.

Foto: Reprodução

Charlie com o irmão gêmeo, Max.
 
Encontre-nos no Google+