Com retrocesso, programa 'Rio sem homofobia' demite mais de 60 funcionários

Decisão aconteceu após atraso do pagamento de salários. Apenas casos emergenciais estão sendo atendidos.

Publicado em 15/01/16 às 16:31

Do Gay1 RJ

Com retrocesso, programa 'Rio sem homofobia' demite mais de 60 funcionários

Foto:

Sede fica na praça Cristiano Otoni, s/n - 7º andar do prédio da Central do Brasil.
O Programa Estadual Rio Sem Homofobia demitiu na última sexta-feira (8) 65 dos 85 funcionários que trabalhavam nos Centros de Cidadania LGBT e no Disque Cidadania LGBT. A decisão foi motivada pelo atraso no pagamento de salários nos últimos três meses.

Como informou a TV Globo desta sexta-feira (15), a coordenação do programa informou que o salário era pago por meio de convênio com a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Apesar de não ter paralisado os serviços, apenas os casos emergenciais estão sendo atendidos.
 
Encontre-nos no Google+