Travesti é morta e outra é esfaqueada em Capão da Canoa, no RS

Crimes aconteceram durante a madrugada na praia gaúcha, diz a BM. Segundo a Polícia Civil, não há relação entre o assassinato e a tentativa.

Publicado em 18/01/16 às 13:44

Do Gay1 RS Travesti é morta e outra é esfaqueada em Capão da Canoa, no RS

Uma travesti foi morto a facadas e outra, hospitalizada após ter sido esfaqueada na madrugada deste domingo (17) em Capão da Canoa, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Segundo a Polícia Civil, não há relação entre os dois crimes, já que o suspeito da tentativa de homicídio já havia sido preso quando o assassinato aconteceu.

Segundo a Brigada Militar, o primeiro fato ocorreu por volta das 2h na Avenida Atlântida, motivado por uma discussão, segundo informaram testemunhas à polícia. Um homem de 35 anos foi preso por suspeita do crime, e a travesti, de 20 anos, foi encaminhada ao Hospital Santa Luzia, em Capão da Canoa, em estado grave.

Já por volta das 5h, uma segunda travesti, de 25 anos, foi esfaqueada na Avenida Beira-Mar, em Capão da Canoa. Por volta das 5h, um zelador de um prédio a encontrou na Avenida Beira-Mar e acionou a Brigada Militar. Os policiais levaram a jovem até o hospital, onde ela não resistiu.
 
Encontre-nos no Google+