Em Goiânia, casal foi hostilizado e ameaçado com faca por garçons em bar

Cliente afirma que beijo e carinho no parceiro foram 'comuns'.

Publicado em 09/02/16 às 16:35

Do Gay1 GO

Em Goiânia, casal foi hostilizado e ameaçado com faca por garçons em bar

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Casal diz que foi hostilizado em bar.
Um casal alega que foi hostilizado por garçons do bar Carne de Sol 1008, em Goiânia, enquanto almoçava no local nesta segunda-feira (8). O advogado Leo Wohlgemuth Lôbo, de 30 anos, diz que ele e o namorado, o produtor cultural João Lucas Ribeiro, de 32, foram repreendidos por se beijarem e protagonizar cenas de carinho em público. O dono do estabelecimento rebate a denúncia e diz que o casal promoveu "cenas obscenas".

Leo explica que já havia ido ao restaurante outras vezes, mas nunca passou pelo mesmo problema. Ele afirma que não havia motivo para a situação. "Fomos lá almoçar e tomar cerveja. Estava pegando na mão e nos beijando na boca, um carinho comum, como qualquer casal. Aí veio um funcionário e pediu para parar, que era inapropriado porque no local havia crianças", disse.

O advogado conta que, naquele momento, decidiu ir embora. Antes, no entanto, pediram mais uma cerveja e a conta. Porém, ele alega que ficaram 40 minutos esperando e não receberam nem o pedido nem a comanda e resolveram deixar o local.

"Pensei: 'já que não querem receber, vamos embora'. Mas aí uns 15 garçons saíram logo atrás e nos acompanharam e nos hostilizando até o carro pedindo que pagássemos a conta", afirma.

Para sair da confusão, ele diz que deu R$ 100 a um dos garçons. Antes de entrar no carro, porém, um homem, que Leo alega não conhecer, o ameaçou com uma faca no pescoço.

Avaliações no Facebook
Após o ocorrido, centenas de pessoas avaliaram o estabelecimento com uma estrela na página no Facebook. "Dono, gerente e garços homofóbicos que hostilizam as pessoas que trocam beijos e carinhos", comentou Markos Oliveira.

Comida ótima, atendimento homofóbico. Ameaça gratuita se vc for gayEntão nem percam o tempo de vcs em um ambiente como este.Afinal estamos no século XXI e não nas cavernas.

Publicado por Paullo Fernando em Segunda, 8 de fevereiro de 2016

Hostilizam as pessoas que trocam beijos e carinhos. São homofóbicos!

Publicado por Hernanny Queiroz em Segunda, 8 de fevereiro de 2016

Dono rebate
Um dos proprietários do bar, José Teodoro Neto, afirmou que não houve hostilidade e que o casal acabou se excedendo. Ele salienta ainda que o a casa proíbe cenas amorosas, independente do sexo de quem pratica.

"Troca de carinhos entre héteros ou homossexuais, sim. Mas nada de cenas obscenas, que era o que estava acontecendo. Do mesmo jeito que no cardápio está escrito 'proibido a venda de bebidas alcoólicas para 18 anos', está proibido cenas amorosa, tanto para homem com homem, mulher com mulher ou casal de homem e mulher", diz.
 
Encontre-nos no Google+