Sam Smith rebate críticas após dizer que foi primeiro LGBT assumido a levar Oscar

Cantor levou o Oscar de Melhor Canção Original por Writing’s On the Wall.

Publicado em 29/02/16 às 23:07

Do Gay1 Entretenimento

Sam Smith rebate críticas após dizer que foi primeiro LGBT assumido a levar Oscar

Foto: Kevin Winter/Getty Images

Jimmy Napes com Sam Smith durante o Oscar 2016.
Sam Smith, que levou o Oscar de Melhor Canção Original por Writing’s On the Wall, disse em seu agradecimento que estava orgulhoso em ser o primeiro gay assumido a levar o troféu da Academia. Porém, o ator Dustin Lance Black, que é homossexual assumido, parece não ter gostado do discurso de Sam e logo postou um tuíte esclarecendo que ele já havia conquistado uma estatueta em 2009 por sua atuação em Milk.

Além disso, Dustin também pediu para que Sam Smith parasse de enviar mensagens para seu noivo Tom Daley. O cantor, então usou o Twitter para responder a todas as críticas. “Segundo homem gay assumido a ganhar um Oscar, ou o terceiro, ou o quarto, ou o centésimo. Não foi o meu ponto. Meu ponto foi brilhar uma luz sobre a comunidade LGBT que eu amo tanto”, escreveu ele.

Sam também respondeu diretamente para Dustin, pedindo desculpas e o parabenizando pelo Oscar: “Minhas desculpas por confundir as coisas @DLanceBlack, eu vou assistir seus filmes com certeza agora. Parabéns atrasado pelo seu Oscar”, finalizou.

Apresentação incrível de “Writing’s On The Wall”
O cantor fez a sua estreia na premiação do Oscar, com uma apresentação incrível da música “Writing’s On The Wall”. Sam Smith, que compôs a canção com Jimmy Napes para o filme “007 Contra Spectre”.

Na apresentação, mesmo aparentando estar nervoso, o Sam segurou muito bem as pontas, com direito a lindas projeções em referência ao último filme do James Bond. Assista:


A música desbancou na premiação “Til It Happens To You”, da Lady Gaga, para o documentário “The Hunting Ground”; “Earned It”, do The Weeknd, para o filme “50 Tons de Cinza”; “Manta Ray”, do filme “Racing Extinction”; e “Simple Song #3”, do filme “Youth”.
 
Encontre-nos no Google+