Voz de gay negro em “Formation”, nova música de Beyoncé, foi morto em 2010 pela polícia

Messy Mya resolveu denunciar a violência pública da polícia contra sua comunidade.

Publicado em 11/02/16 às 11:44

Do Gay1 Entretenimento

Voz de gay negro em “Formation”, nova música de Beyoncé, foi morto em 2010 pela polícia

Foto: Divulgação

Beyoncé no videoclipe da música 'Formation'.
Beyoncé lançou um single novo essa semana chamado 'Formation' tanto em formato faixa quanto videoclipe e que fala diretamente sobre o movimento #BlackLivesMatter. Que, traduzido para o português, significa exatamente “as vidas dos negros importam”.

Voz de gay negro em “Formation”, nova música de Beyoncé, foi morto em 2010 pela polícia

Foto: Reprodução/YouTube

Messy Mya apareceu morto sob circunstâncias suspeitas.
Mas, antes de Beyoncé começar o bater cabelo, arrasar na coreografia e colocar a Blue Ivy para sambar de cabelão crespo na cara da sociedade, uma voz poderosa e marcante questiona no início: “O que aconteceu em Nova Orleans?”

Pode parecer besteira, mas o instante é ainda mais marcante que qualquer “Miss third Ward”: esta é a voz de Messy Mya, um YouTuber negro, gay e militante que, em 2010, resolveu denunciar a violência pública da polícia contra sua comunidade e cultura e… Apareceu morto sob circunstâncias suspeitas.

De cabelos coloridos e humor ácido, Messy não tinha medo de afrontar a milícia – “Eu estou de volta, vadia!” – e pagou um preço alto por isso. Ironicamente, a história de Messy, que foi baleado sem motivo aparente enquanto saía do chá-de-bebê de seu filho, na época ainda não-nascido, só veio à tona agora, quando seu canal recebeu uma enxurrada de visualizações pós-Formation, que ainda conta com a voz da trans negra Big Freedia.

Assista ao vídeo de Messy Mya:


Assista ao clipe Formation de Beyoncé:
 
Encontre-nos no Google+