Ativistas encaminham minuta de criação do conselho LGBT para governo de Brasília

Em fevereiro, Secretário assumiu compromisso de fomentar a implantação do conselho.

Publicado em 03/03/16 às 00:06

Por Hernanny Queiroz

Foto: Reprodução/Facebook

Membros da sociedade civil organizada em reunião para encaminhamento de minuta para criação do conselho LGBT do DF.
Na última segunda-feira (29), ativistas LGBT do DF participaram de uma reunião para fechar e encaminhar a minuta para a implantação do Conselho Distrital LGBT.

A minuta que cria o conselho já foi enviado pela Sociedade Civil para a Secretaria de Estado e Trabalho Desenvolvimento Social Mulheres Igualdade Racial e Direitos Humanos do Distrito Federal (Sedestmidh). Ele terá composição paritária entre o poder público e a sociedade civil e que serão nomeados pelo governo de Brasília.

O conselho LGBT vai formular e propor diretrizes de ação governamental e políticas públicas para promover a defesa, os direitos e a cidadania LGBT no DF, a redução das desigualdades sociais, econômicas, financeiras, políticas e culturais da população LGBT, além do combate à discriminação e a ampliação dos espaços de participação social.

"Felizmente ainda há quem luta por direitos LGBT no DF, sem desacreditar e perder as esperanças, o conselho pode a qualquer momento acontecer", diz Henrique Elias, presidente da UniGay.

Compromisso de Secretário
No começo de fevereiro, o titular da Sedestmidh, Joe Valle, assumiu durante um evento para celebrar o dia da visibilidade trans o compromisso de fomentar a construção do Conselho LGBT do DF. “O final tem que ser melhor que o começo. A mudança tem que ser estrutural e depende de cada um que está dentro das instituições públicas”, falou Valle, durante o debate “Reflexão: A Voz Das Pessoas Trans. O Silêncio Não Será Mais Uma Realidade”.
 
Encontre-nos no Google+