Instituto britânico elege 'Carol' o melhor filme LGBT de todos os tempos

O filme do diretor americano Todd Haynes é seguido de perto por "Weekend", do britânico Andrew Haigh.

Publicado em 21/03/16 às 12:51

Do Gay1 Entretenimento Instituto britânico elege 'Carol' o melhor filme LGBT de todos os tempos



A história de amor lésbico estrelada por Cate Blanchett deu a "Carol" o título de melhor filme LGBT de todos os tempos nassa semana.

A láurea veio do Instituto de Cinema Britânico, no que a entidade descreveu como sua maior análise de fôlego de filmes do gênero.

Selecionado por uma comissão de 100 especialistas de cinema, "Carol" encabeçou uma lista de 30 filmes distribuídos ao longo de mais de 80 anos de história do cinema.

O filme do diretor americano Todd Haynes é seguido de perto por "Weekend", do britânico Andrew Haigh, e do drama romântico "Felizes Juntos", de Hong Kong.

A votação analisou produções de 12 países, entre eles Tailândia, Japão, Suécia e Espanha, e foi realizada para marcar o 30º aniversário do BFI Flare, o Festival de Cinema LGBT de Londres, mais antigo evento de cinema LGBT da Grã-Bretanha.

"A vitória de Carol nos empolga porque é ótimo ver um filme sobre duas mulheres apaixonadas alcançar tanta proeminência, especialmente dada a relativa ausência de conteúdo lésbico no cinema", disse Tricia Tuttle, vice-responsável pelos festivais do Instituto de Cinema Britânico.

Baseado no romance "The Price of Salt", de Patricia Highsmith, publicado em 1952, "Carol" acompanha a história de uma mulher casada e rica (Cate Blanchett) que se apaixona por uma ambiciosa vendedora nova-iorquina nos anos 1950, papel que coube a Rooney Mara. As duas foram indicadas ao Oscar de melhor atriz e atriz coadjuvante, respectivamente.
 
Encontre-nos no Google+