'Sempre me senti confortável com o que sou', diz Marco Nanini sobre sexualidade

Ator, o Pancrácio de ‘Êta mundo bom!’, também explica por que desistiu de ser pai em entrevista.

Publicado em 06/03/16 às 16:06

Do Gay1 Entretenimento

'Sempre me senti confortável com o que sou', diz Marco Nanini sexualidade

Foto: Divulgação/TV Globo

Acostumado a se transformar pela arte, Marco Nanini destaca ser um homem comum.
Desde 2011, quando saiu publicamente do armário, Marco Nanini se tornou uma referência na luta por dignidade, mesmo involuntariamente. Era ele, à época, o patriarca do seriado 'A Grande Família', a mais tradicional da televisão. O assunto, no entanto, é tratado com discrição extremada, deixando claro que, apesar dos inúmeros personagens na vitrine, ele faz questão de preservar certo mistério sobre a vida particular. O retrato do intérprete sobressai.

'Sempre me senti confortável com o que sou', diz Marco Nanini sexualidade

Foto: Divulgação/TV Globo

Marco Nanini, o Pancrácio de “Êta mundo bom!”.
"Esse assunto para mim começou e se encerrou na minha declaração. Nem penso nisso. Quem quiser falar de mim fale. Sempre me senti confortável com o que sou. É o que tenho a dizer, não insista", avisa Nanini durante entrevista ao jornal carioca Extra.

Apesar da forte relação com o universo lúdico da infância, o ator, que está vivendo o professor Pancrácio de “Êta mundo bom!”, também comentou não ter vocação para ser pai.

"Já pensei em ter filho, mas desisti. Se a criança tivesse uma dor de barriga, eu não saberia o que fazer. Ficaria desesperado. Ia querer salvá-la, protegê-la. Se quebrasse o dente, ia sofrer mais que ela. Resolvi não ter, mas tenho amigos crianças. Faço almoços, levo no shopping, junto um monte, mas com seus pais, porque cada um que cuide dos seus filhos. Só quero ser avô. Às vezes, deixo elas sozinhas, sumo, fico só observando..." destaca.

Confira a entrevista completa no link: http://glo.bo/1U3NxHL
 
Encontre-nos no Google+