Obama conta como suas filhas mudaram sua opinião sobre o casamento igualitário

Presidente americano contou em conferência no Reino Unido que Malia e Sasha o convenceram sobre a necessidade de mudanças na legislação.

Publicado em 26/04/16 às 22:43

Do Gay1 Mundo

Obama conta como suas filhas mudaram sua opinião sobre o casamento igualitário

Foto: Chip Somodevilla / Getty Images

Filhas de Barack Obama o fizeram mudar de opinião sobre casamento entre pessoas do mesmo sexo.
Malia e Natasha Obama foram indiretamente uma das principais responsáveis por uma grande conquista na luta pelos direitos humanos nos Estados Unidos. As filhas de Barack Obama influenciaram o presidente americano a mudar seu posicionamento sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo na época em que o tema ainda era debatido naquele país, conforme o próprio líder reconheceu em um evento em Londres no último fim de semana.

"Tenho que confessar que minhas filhas geralmente exercem impacto em mim", disse para 500 líderes em uma conferência no sábado (23). "Não é apenas uma questão de direitos legais, mas de sentimento e estigma. Se você se refere a algo de um jeito diferente, significa que, de alguma forma, seu significado é menor aos olhos da sociedade."

Antes, segundo o site The Huffington Post, Obama acreditava que a união estável era suficiente para garantir os mesmos direitos de heterossexuais para homossexuais, mas descobriu que o uso do termo casamento faria grande diferença para acabar com o estigma. "Pessoas que eu amo e que estavam em relações homossexuais e monogâmicas me explicaram o que eu deveria ter entendido antes".

O casamento entre pessoas do mesmo sexo foi aprovado nos Estados Unidos pela Suprema Corte em 2015 em uma decisão história. Na época, Obama usou o Twitter para comemorar: "O amor vence".
 
Encontre-nos no Google+