Uma pessoa LGBT morre de forma violenta no Brasil a cada 28 horas, mostra Globo

Fantástico, da TV Globo, mostra que desde o início de 2016, 132 pessoas LGBT foram mortos no país.

Publicado em 20/06/16 às 09:20

Do Gay1 Uma pessoa LGBT morre de forma violenta no Brasil a cada 28 horas



Matéria mostrada pelo Fantástico, da TV Globo, mostrou que só em 2015, o Disque 100 recebeu quase 2 mil denúncias de agressões contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais. Desde o início de 2016, 132 pessoas LGBT já foram assassinadxs no Brasil. (Assista o vídeo a cima)

Estima-se que a cada 28 horas, uma LGBT morre de forma violenta no país. Mas não se sabe quantos desses casos tiveram a LGBTfobia como motivação principal. Hoje, se uma pessoa sofrer uma agressão física ou for xingada, pelo simples fato de ser LGBT, ela vai chegar numa delegacia de polícia pra prestar queixa, mas não vai conseguir registrar o caso como LGBTfobia. Porque não existe esse crime na legislação brasileira. A LGBTfobia não é considerada crime, e por isso casos de violência contra pessoas LGBT recebem menos atenção da polícia.
 
Encontre-nos no Google+