Luan Vieira vive pivô de triângulo amoro gay em 'Liberdade, Liberdade'

Ator, que trabalha há 9 anos no teatro, faz sua estreia na TV e garante que não teria problema em fazer cenas de sexo com outro homem: 'Natural'.

Publicado em 21/07/16 às 13:00

Do Gay1 Entretenimento

Luan Vieira vive pivô de triângulo amoro gay em 'Liberdade, Liberdade'

Foto: Reprodução/Facebook

Luan Vieira, que tem 9 anos de carreira como ator, faz sua estreia na televisão na novela Liberdade, Liberdade.
O romance vivido pelos personagens de Caio Blat e Ricardo Pereira em "Liberdade, Liberdade" está prestes a ganhar mais uma pitada de pimenta. Para movimentar a trama da novela das onze da Globo, Luan Vieira - jovem de de 24 anos natural de Três Rios, no interior do estado do Rio -, faz a sua estreia na televisão ao entrar no enredo com o personagem Otto e transforma a relação entre André e Tolentino em um verdadeiro triângulo amoroso.

"Agora que essa relação dos dois está mais clara, o Otto chega como um elemento de conflito, um ruído. Isso, com certeza, aumenta a intensidade dessa relação. E estou adorando fazer parte disso. Mas para mim é tudo novo, porque eu nunca tinha pisado em um estúdio. Minha experiência é toda baseada em teatro. No primeiro momento me senti estranho, porque não tinha muito controle do que estava fazendo. Estou descobrindo esse controle agora, aos poucos, em cada gravação", conta ele.

Luan Vieira vive pivô de triângulo amoro gay em 'Liberdade, Liberdade'

Foto: Divulgação/Ellen Soares

Luan Vieira vive o personagem Otto.
Veterano nos palcos, com 9 anos de carreira como ator, Luan enxerga a responsabilidade do papel, que lhe foi confiado pela produtora de elenco Marcia Andrade, e não diferencia o fato de ser um personagem gay. "O fato de ser um personagem gay não me reprimiu. Pelo contrário. Me sinto muito honrado poder abordar o assunto da sexualidade e da homofobia. Assim como existem as narrativas de relações entre pessoas heterossexuais, isso tem que ser abordado em uma realidade homoafetiva. Existem em quase todas as novelas - para não dizer em todas - a presença de triângulos amorosos de homens e mulheres. Então, por que não ter essa característica de núcleo na trama com personagens gays?", questiona.

Sobre um possível beijo gay ou até mesmo uma cena de sexo entre dois homens - como a protagonizada por Caio e Ricardo e que movimentou as redes sociais -, Luan também não se intimida. "A cena que eles fizeram foi bacana demais, porque ficou evidente a entrega tanto do Caio quanto do Ricardo para fazerem a cena acontecer. Não teria problema nem resistência em fazer qualquer tipo de cena. Não consigo enxergar algo que tenha problemática em fazer, é uma entrega da minha profissão de ator. Dentro dessa perspectiva eu faria sem problema nenhum uma cena de sexo ou beijo gay. É natural."

Luan Vieira vive pivô de triângulo amoro gay em 'Liberdade, Liberdade'

Foto: Reprodução/Facebook

Luan Vieira é natural de Três Rios, no interior do estado do Rio de Janeiro.
 
Encontre-nos no Google+