Modelo usa vestido feito com bandeiras de países que criminalizam pessoas LGBT

A peça foi criada pelo estilista holandês Mattijs van Bergen que decidiu "usar a beleza para combater os problemas do mundo".

Publicado em 08/08/16 às 16:28

Do Gay1 Mundo

Modelo usa vestido feito com bandeiras de países que criminalizam pessoas LGBT

Foto: Pieter Henket/Reprodução/Instagram

Vestido é feito com as bandeiras de 72 países.
Para chamar atenção para o grande numero de casos de homofobia no Mundo, a modelo transexual Valentijn de Hingh, de 26 anos, posou para uma foto em um vestido impactante: feito com as bandeiras de 72 países que ainda consideram crime ser uma pessoa LGBT - que pode levar à prisão ou a pena de morte.

Em sua página no Instagram, usada por ela para revelar a foto na última quinta-feira (5), a modelo holandesa explicou a proposta do vestido: "Todo país que mudar sua legislação, vai ter a sua bandeira substituída por uma bandeira do arco-íris. Vamos esperar que este vestido, mais cedo ou mais tarde, seja feito apenas por uma colcha de retalhos bem colorida".

A peça foi criada pelo estilista holandês Mattijs van Bergen que, como publicou em sua conta no Instagram, decidiu "usar a beleza para combater os problemas do mundo".

O ensaio fotográfico foi clicado pelo fotógrafo Pieter Henket e realizado no Museu Rijksmuseum, em Amsterdã, um dos locais palco da Parada do Orgulho LGBT, o EuroPride, realizada no último final de semana.
 
Encontre-nos no Google+