Candidatura de Thammy Miranda leva PP a descumprir cota feminina em SP

Filho de Gretchen conseguiu trocar documentos pouco depois do registro eleitoral.

Publicado em 03/10/16 às 15:57

Do Gay1 SP

Candidatura de Thammy Miranda leva PP a descumprir cota feminina em SP

Foto: Manuela Scarpa / Brazil News

Thammy Miranda, filho de Gretchen, conseguiu trocar documentos pouco depois do registro eleitoral.
Com 12 candidatos a vereador em SP, sendo apenas três mulheres, o PP não conseguiu cumprir a cota de 30% de candidatas do 'sexo feminino' determinada por lei. O partido tinha as quatro candidatas necessárias, mas o ator transexual Thammy Miranda, que ainda era considerado do sexo feminino nos documentos, conseguiu de última hora uma liminar da Justiça que o permitiu se registrar como homem.

Dupla identidade
O partido só não teve problemas na Justiça pois está na coligação com PSDB, PSD e DEM, que preencheu a cota.

Thammy e outros candidatos famosos não se elegeram para a Câmara Municipal de São Paulo.
 
Encontre-nos no Google+