Cruz cai para Flanagan e perde chance de ser primeiro campeão mundial gay

Porto-riquenho perde para britânico e vira alvo de homofobia nas redes sociais.

Publicado em 28/11/2016 às 16:50

Do Gay1 Esportes

Cruz cai para Flanagan e perde chance de ser primeiro campeão mundial gay

Foto: Reuters / Andrew Couldridge

Tony Flanagan derruba Orlando Cruz para ficar com o cinturão.
Orlando Cruz vivia a expectativa de se tornar o primeiro pugilista assumidamente gay a conquistar um cinturão mundial. Mas, ao subir ao ringue na noite de sábado, em Cardiff, no País de Gales, o sonho acabou em oito rounds, depois de ser nocauteado por Tony Flanagan. O britânico dominou o porto-riquenho e manteve o título do peso-leve do Conselho Mundial de Boxe (CMB).

A derrota de Cruz gerou ofensas homofóbicas nas redes sociais. Peter Fury, tio e técnico do polêmico ex-campeão Tyson Fury, atacou o porto-riquenho.

"Esta é a diferença de um homem verdadeiro e metade de qualquer outra coisa", disse o treinador.

Cruz cai para Flanagan e perde chance de ser primeiro campeão mundial gay

Foto: Reuters / Andrew Couldridge

Tony Flanagan bateu Orlando Cruz na noite de sábado.
Frankie Gavin, pugilista britânico, também foi às redes sociais para destilar sua homofobia sobre o resultado.

"Não tenho nada contra pessoas gays, tenho amigos gays. Mas, se eu perdesse para um pugilista gay, seria alvo de piadas de amigos a minha vida inteira. Então Flanagan tinha de vencer".

Orlando Cruz saiu do armário em 2012. Na noite de sábado, fez sua décima luta desde o anúncio; a primeira, porém, na categoria.

Em outra luta da noite, Vasyl Lomachenko fez uma ótima luta e manteve seu cinturão do peso-pena do CMB. O ucraniano dominou o jamaicano Nicholas Walters e venceu por nocaute após sete rounds.

Cruz cai para Flanagan e perde chance de ser primeiro campeão mundial gay

Foto: Reuters / Andrew Couldridge

Tony Flanagan e Orlando Cruz se abraçam após a luta.
 
Encontre-nos no Google+