Leonardo Vieira diz que contou para os pais que era gay aos 15 anos, após flagra do irmão

Ator lembra reação dos pais ao contar sexualidade.

Publicado em 13/01/2017 às 17:21

Do Gay1 Entretenimento

Leonardo Vieira diz que contou para os pais que era gay aos 15 anos, após flagra do irmão

Foto: Reprodução/Facebook

Leonardo lembra reação dos pais ao sair do armário.
Após ter sua intimidade exposta e confirmar sua sexualidade à imprensa, o ator Leonardo Vieira, de 48 anos, resolveu abrir o coração e contar como os pais descobriram que ele é gay. A revelação foi feita à revista "Contigo!" desta semana. Na entrevista, o galã de novelas como "Renascer" e "Sonho meu" narra que foi obrigado a falar sobre sua orientação sexual para os pais aos 15 anos, depois que o irmão mais velho o flagrou beijando um rapaz.

"Contei para eles que era gay meio forçado. Meu irmão mais velho (Gustavo, 50 anos) me viu beijando um menino, aos 15 anos, e foi falar para os dois e tudo se transformou em um drama familiar gigantesco", relata o ator.

Segundo Leonardo, o processo de aceitação dos pais foi "longo e doloroso".

"Meus pais têm formação católica e o meu pai é militar, então, imagina a minha situação em casa. Hoje, eles são a força que eu tenho, a base de tudo, porém, demorou muito até eles aceitarem a minha sexualidade. Afirmo, sem medo, que foi um processo longo e doloroso", dividiu o ator, que recebeu o apoio do pai após sofrer preconceito na internet. "Eu fico até emocionado em falar dessa força, principalmente do meu pai. Publiquei uma carta que ele me escreveu no meu Facebook. Chorava tanto quando li as palavras dele, era o apoio que eu mais precisava", continuou ele.

"Negava a minha sexualidade"
O ator revela ainda que costumava negar sua sexualidade quando era criança e que amadureceu até decidir se assumir.

"Eu negava a minha sexualidade quando era criança, porém, quando entendi que era gay, não me escondi mais. Minha mãe até tentou me colocar na terapia para me 'curar', mas eu tive a atitude de enfrentar e dizer que não era uma doença, e sim algo natural. Escolhi não me expor por causa do meu trabalho, mas continuava com a minha vida normal. Namorei muito, saí e me diverti bastante. Eu me resguardei para proteger as pessoas que eu amo e o meu trabalho. Tenho certeza que perdi vários papéis e os convites diminuíram quando os primeiros rumores saíram", disse.

Leonardo virou assunto dos site de entretenimento no final de 2016, depois que uma foto dele beijando um outro homem numa rua do Rio vazou nas redes sociais. O ator passou a receber ataques na internet e decidiu prestar queixa de homofobia na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, no Rio.

Pai deixa mensagem de apoio
Nesta terça-feira, após denunciar os ataques homofóbicos, Leonardo divulgou uma carta que recebeu do pai parabenizando-o pela atitude. "Tenho orgulho de você como filho e homem", diz um trecho da mensagem.

 
Encontre-nos no Google+