Saliva pode detectar se uma pessoa é gay, diz estudo americano

Pesquisadores garantem que teste de saliva com base na genética seria capaz de acertar em até 66% a orientação sexual masculina.

Publicado em 14/02/2017 às 09:42

Por Versáteis.com

Saliva pode detectar se uma pessoa é gay, diz estudo americano

Foto: Getty Images

Hoje em dia a saliva pode ser usada em exames para detectar doenças, gravidez, desvios de comportamento como o transtorno de ansiedade e até o período fértil.
Cientistas da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, desenvolveram um teste de saliva que seria capaz de revelar se um homem é gay ou não. Esse estudo foi levado tão a sério que chegou a ser apresentado no encontro Anual da Sociedade Americana de Genética Humana no ano passado. Exatamente, para esses pesquisadores a sexualidade pode estar ligada a genética.

Segundo o estudo, modificações químicas do genoma humano podem influenciar a orientação sexual dos homens. Só que para eles, essas alterações podem acontecer por influência de experiências vividas ou pelo ambiente no qual a pessoa está inserida. Isso explicaria porque irmão que são gêmeos idênticos, por exemplo, podem ter orientações sexuais diferentes.

No caso de a homossexualidade vir de um gene transmitido desde a gestação, a explicação dos cientistas é de que as marcas genéticas das mães podem ter sido apagadas em apenas um dos gêmeos ou que um pode ter herdado os marcadores e o outro não.

Usando essa teoria como base e depois de analisar amostras de saliva de 37 pares de gêmeos, os pesquisadores encontraram nove regiões onde os padrões genéticos em irmãos gêmeos, onde um é homossexual e o outro heterossexual, eram distintos. O teste conseguiu acertar 66% dos casos.

Vale destacar que, segundo o estudo, esse teste não tem eficiência quando aplicado em lésbicas ou homens e mulheres bissexuais.
 
Encontre-nos no Google+