Boate LGBT tradicional na noite de Brasília fecha as portas depois de 13 anos

Segundo o dono do espaço, o advogado Múcio Melo, o encerramento se dá por “motivos pessoais”.

Publicado em 27/03/2017 às 18:46

Gay1 DF
Foto: Reprodução/FacebookOficina vai fechar após 13 anos de atividade.

A casa noturna Oficina, também conhecida como Of Club, anunciou que vai fechar após 13 anos de atividade. Nesta sexta (31/3) e sábado (1º/4), a boate faz as duas últimas festas da importante trajetória na noite LGBT de Brasília.

Na sexta-feira (31), a casa recebe a balada eletrônica Bye Bye Of Club: One Last Night. A festa vai contar com DJs de house music da cena local que marcaram a trajetória da boate, como Augusto Lobbão, Henrique Alves, Neto Cruz, Rozy Acioli e Felipe Mutti.

A festa de música pop Gandaia, marcada para sábado (1º), encerra de vez as atividades da casa.

O dono da boate, o empresário e advogado Múcio Mello, falou que o espaço fechou por “razões pessoais”. “Hoje, sou um homem jurídico, tenho que me dedicar mais a minhas outras carreiras. Isso não significa que seja definitivo, mas, a princípio, estamos com as atividades encerradas”, completou.

Foto: Reprodução/FacebookSegundo o dono do espaço, o advogado Múcio Melo, o encerramento se dá por “motivos pessoais”.

Escola da noite

Múcio lembra com orgulho dos 13 anos em que manteve o espaço aberto. A casa ficou conhecida por revelar nomes para a cena LGBT da capital. “A Oficina trabalhou muito na formação de drags, DJs e promoters que depois voaram com as próprias pernas. Sempre gostamos de apresentar caras novas, acho que essa é uma característica muito nossa”, diz em entrevista ao site Metropoles.

Ao todo foram 1,4 mil baladas, sempre com noites inteiras dedicadas à música eletrônica. “O principal elogio que recebemos ao longo desses anos foi sobre a qualidade do som. Temos orgulho disso”, explica Múcio.

“A boate Oficina foi a grande divisora de águas da noite brasiliense. Sozinha, foi responsável por quase toda a cultura atual das baladas LGBT. Ela formou o conceito de promoters e de festa gay open bar, além de ser responsável pela formação e capacitação de quase todos os profissionais que atuam hoje em outras casas”, analisa Rodrigo Rangel, que trabalhou por lá durante três anos.

Foto: Reprodução/FacebookOficina vai fechar após 13 anos de atividade.
© Portal Gay1
 
Encontre-nos no Google+