Ex-cônsul de Israel no Brasil conta como usou “barriga de aluguel” para ter filhos

Em entrevista para a Revista Marie Claire, Roy Rosenblatt-Nir conta que realizou o sonho de ser pai de um casal de crianças ao contratar um serviço de gravidez por substituição na Índia. Agora, ele traz a empresa ao Brasil para ajudar outros casais.

Publicado em 18/03/2017 às 18:15

Gay1 Notícias
Ex-cônsul de Israel no Brasil conta como usou “barriga de aluguel” para ter filhos
Foto: DivulgaçãoRoy Rosenblatt-Nir, o parceiro Ronen Rosenblatt-Nir e os filhos.

Quando estava na casa dos 20 anos, o israelense Roy Rosenblatt-Nir sonhava com a possibilidade de um dia vir a ser pai. Gay assumido, ele considerou a possibilidade de adotar uma criança anos depois ao conhecer seu parceiro, o especialista em medicina chinesa Ronen Rosenblatt-Nir. “Mas, em Israel, felizmente, não há um grande número de crianças abandonadas que estejam precisando de um lar”, contou o ex-cônsul do país no Brasil em entrevista para à revista Marie Claire.

O casal, então, foi à Índia em busca de um serviço de surrogacy (barriga de aluguel) para aumentar a família. "Tivemos que ir até a Índia duas vezes, porque temos dois filhos e eles têm diferença de 4 meses idade. Quando meu primeiro filho nasceu, nós fomos à Índia e ficamos lá por volta de um mês até acertarmos toda a documentação do bebê e depois voltamos ao Brasil, já que nessa época morávamos no país. Quatro meses depois, fizemos uma nova viagem do Brasil à Índia para buscar a nossa filha, e novamente ficamos o período de um mês concluindo os trâmites da documentação dela."

Nesta entrevista, Roy conta como foi a gravidez de seu casal de filhos, dá detalhes de como foram os primeiros dias após o nascimento das crianças após o parto e diz como seus herdeiros lidam com sua origem.

O israelense conta que conversa com os filhos de como eles foram concebidos desde muito pequeninos. "Nós criamos um livrinho contando a história deles, sobre a doadora, a surrogate, e eles sempre escutaram a história e viram fotos. Não há segredos. Nós temos muito orgulho de tudo que fizemos para construir nossa família, e desde pequenos eles são ensinados sobre como vieram ao mundo, e queremos que eles se sintam orgulhosos disso também".

© Portal Gay1
 
Encontre-nos no Google+