Ex-CQC, Erick Krominski sai do armário publicamente com declara ao namorado

Ator e ex-repórter do CQC namora com Pablo e vivem juntos desde fevereiro de 2015.

Publicado em 01/03/2017 às 20:46

Do Gay1 Entretenimento

Ex-CQC, Erick Krominski sai do armário com uma linda declara ao namorado

Foto: Band/Reprodução

Erick Krominski, ex-repórter do CQC, se assume gay publicamente e faz declaração de amor ao namorado.
Ator e ex-repórter do CQC, da Band, Erick Krominski decidiu se abrir nas redes sociais. Além de ter publicamente se assumido gay, ele fez uma linda declaração de amor ao namorado, Pablo, com quem vive junto desde fevereiro de 2015.

"Muita gente nos vê andando por aí e deve pensar que são apenas 2 brothers. E é verdade. A gente é brother, melhores amigos, parceiros, cúmplices, mais que namorados. Família. Você é meu sol, Pablo. Te amo!", escreveu o ex-CQC pelo Instagram.

Em entrevista ao site Catraca Livre, o ator revelou que achava desnecessário falar de sua intimidade em público, mas que em conversa com o companheiro, decidiram juntos "sair do armário". "Na verdade, eu nunca escondi de fato. Nunca inventei namorada misteriosa, sempre postei foto com o Pablo. De fato, nunca deixamos de viver. Mas senti necessidade de deixar este nosso amor claro pra todo mundo", afirma.

Erick ainda diz que ele e o namorado nunca sofreram nenhum ataque homofóbico, mas que isso não é necessariamente um dado positivo. "É muito fácil não ter preconceito contra um casal gay que para muitas pessoas nem parece gay. É comum as pessoas falarem 'nossa, mas vocês nem parecem gays', como se fosse um elogio. Isso, na verdade, só reforça o preconceito", conclui o ator.


Erick deu uma dica, pedida pelo site Catraca Livre, para lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais que ainda não tiveram a coragem de se assumir sua orientação sexual ou identidade de gênero à família e aos amigos. E olha esta resposta lacradora:

"O medo é extremamente compreensível, mas viver enrustido não é justo com você. Se você nasceu numa família homofóbica e machista, não se adeque a eles. São eles os inadequados e você não deve se moldar com base em pensamentos preconceituosos, mesmo que eles venham de pessoas da sua família".
 
Encontre-nos no Google+